SENDO BEM COERENTE

29 JUL 2014
29 de Julho de 2014


O que as pessoas querem de outras pessoas? Por que algumas cobram muito de outras, criticam, por que as pessoas exigem tanto respeito de outras se não dão aquilo que pedem?

É muito simples você pedir que te respeitem, porem é inadequado e acima de tudo, incoerente. Inadequado porque você não dá o respeito que pede dos outros e não respeita ninguém e, incoerente, porque respeito, é um dos poucos substantivos abstratos, concretamente falando, o qual só se tem, sob conquista, não se pede, contudo pedir coerência hoje em dia, é quase à mesma coisa do que encontrar vários resorts no Deserto do Saara, com piscina, agua fresca, champagne, etc.

Antes achava engraçada a analogia do ditado que dizia: “É mais fácil passar um camelo pela cabeça de uma agulha, do que uma pessoa bem abastada entrar no reino do céu”, hoje vejo que ambos são perfeitamente normais, o que era antes impossível, agora é uma simples casualidade de acontecimentos e o rico, pobre, mendigo ou milionário, todos poderão ir para o céu, e quanto ao camelo, obviamente tratando-se de uma figura de linguagem, tudo é possível hoje em dia, partindo-se do principio de que quando Julio Verne escreveu Vinte Mil Léguas Submarinas e Da Terra a Lua, quase foi internado, por ser considerado insano e hoje esses fatos são comuns.

Ao menos avisado, perguntaria, onde quer chegar com tudo isso? Ora meu caro, quero simplesmente demonstrar a incoerência da mente humana, as pessoas na verdade não vivem para o presente, vivem sim para um futuro incerto ou para um passado que nunca mais retornará, aproveitando a deixa, citaria Franz Kafka, um escrito e filosofo, que disse um dia em uma de suas palestras uma frase que marcou a humanidade: “O presente, é o futuro de seu passado”. Aqueles que gostam de refletir, vejam que nesta frase, que aparenta ser incoerente, é uma das citações mais concretas e coerentes que o ser humano pode e deveria adotar, por que pensamos tanto no que já não existe e também por que nos preocupamos em planejar algo que pode ou não vir a acontecer, ao invés de nos preocuparmos com o hoje, o tempo é agora, já, se ficarmos presos, a fatos passados, nunca chegaremos ao futuro e por conseguinte, nunca viveremos o presente.

Ernesto Vidoca - @dedevidoca - @webtricolorfc – 29.07.2014

 

 

 

 

 

Voltar