RECONSTRUINDO UMA IDENTIDADE

20 JAN 2019
20 de Janeiro de 2019

 

Por: Laís Reis

Catracas quebradas, muitos torcedores ainda do lado de fora há poucos minutos do começo da partida, início de jogo típico aos últimos anos do Tricolor com gol contra de Bruno Peres, após trapalhada da defesa! Mas isso foi só no início. Ao decorrer da partida a torcida ensaiava gritos de insatisfação e impaciência com alguns jogadores específicos, porém ao sair o primeiro gol numa cobrança de escanteio de Nenê e cabeçada de Anderson Martins, a torcida voltou empurrar o time como sempre. 

A realidade é que apesar do empate, o primeiro tempo do São Paulo foi ruim, deu medo e veio à mente aquela pergunta: Será que 2019 será igual? No segundo tempo a equipe partiu pra cima e a característica ofensiva do treinador André Jardine foi posta em prática, além dele ter mexido taticamente no time sem fazer substituições, os jogadores voltaram com outro ânimo, com mais gás e num lance de bola parada, cruzamento de Reinaldo e cabeçada precisa de Pablo, São Paulo conseguiu a virada.

Daí pra frente foi só pressão pra cima do modesto Mirassol, que logo após de levar o segundo gol, teve o jogador Leandro Amaro expulso em uma falta cometida sobre o lateral Bruno Peres, que deu origem ao lance que resultou no gol de Reinaldo com outra assistência de Nenê. Aos 21 minutos do segundo tempo numa jogada, saindo da direita para a diagonal, Bruno Peres da linha de fundo toca de calcanhar para achar Hudson livre na entrada da grande área para fazer o quarto gol da goleada do Tricolor Paulista, sobre o Mirassol pela primeira rodada do Campeonato Paulista de 2019. Depois do resultado construído, todas as substituições foram feitas, Liziero no lugar de Hudson, saiu Helinho para entrada de Brenner e Everton Felipe na vaga de Pablo. Todos bastante aplaudidos pelos aproximadamente, 20 mil torcedores presentes no Pacaembu.

É importante observar o trabalho em conjunto, na primeira etapa, todos jogaram um futebol medíocre, na segunda, os mesmos jogadores mostraram o que sabem, e sabem muito! Verdade que foi contra o Mirassol, também verdade, que é inquestionável a qualidade do elenco que Jardine tem para trabalhar, acredito que alguns reajustes de posicionamento e mais treinos táticos, o treinador são paulino encontrará uma identidade para este grupo. É um privilégio ter muitos jogadores de alto nível à disposição, o que devemos esperar é a habilidade da comissão técnica em organizar todos estes jogadores de modo que possam desempenhar bem juntos e assim chegarmos ao título tão esperado. Será que vem neste ano? Não sei, mas tem tudo para acontecer!

By: Laís Reis - @laiisspfc - @webtricolorfc – 20.01.2019

Voltar