O SÃO PAULO DE CENI

20 JAN 2017
20 de Janeiro de 2017


Por: Ugo Marques

O São Paulo, avançou para a final do torneio Florida Cup, ao empatar com o River Plate no tempo normal e vencer o rival na disputa de pênaltis, por 8x7. Agora o tricolor enfrenta o Corinthians na disputa do título, o jogo acontecerá no próximo Sábado.

Enfim, vimos ontem um esboço do que será o São Paulo do treinador Rogério Ceni, um time veloz como imaginava, criando inúmeras oportunidades e pecando muito nas finalizações, ainda é cedo para criticar, mas precisa treinar muito finalização, principalmente o Chávez. Luiz Araújo precisa amadurecer muito e aprender a hora de carregar a bola e a hora de passar para um companheiro em melhor posição.

Gostei muito da postura da equipe do primeiro tempo, a zaga bem sólida, mesmo com as deficiências físicas evidentes pelo início de trabalho. Breno parece recuperado e deve formar a dupla de zaga com Maicon, só vacilou em um lance que carregou a bola pelo meio, perdeu e quase levamos um gol. Rodrigo Caio enfim jogando mais próximo de onde rende mais, como volante, é o cara que faz a ligação entre zaga e meio campo.

A postura sem bola rendeu ao São Paulo, muitas chances de gol, o time inteiro entendeu que deveria ser firme na recuperação da bola e rápido na saída para o contra-ataque, principalmente com Wellington Nem.

Entendo que precisamos ainda de um meia que cadencie o jogo em alguns momentos, pois a correria não pode durar 90 minutos, nenhum time aguenta isso fisicamente. Cueva é muito bom, mas acelera o jogo ao extremo. E o elenco carece de um goleador nato, Chavez é bom jogador, será importante, mas perde muitos gols feitos, isso desde ano passado. O São Paulo perdeu um pênalti ainda no tempo normal, o goleiro do River defendeu a cobrança de Cueva.

Os laterais foram bem, Bruno sempre foi muito criticado, mas olhando no mercado não temos ninguém melhor do que ele para esta posição, Buffarini foi um dos melhores em campo, mesmo atuando improvisado pela esquerda, acho que podemos confiar nesta dupla e aguardar o amadurecimento do garoto Junior Tavares que entrou no segundo tempo e estava visivelmente nervoso.

No gol começamos com Denis, que fez uma defesa importante no primeiro tempo e terminamos com Sidão que foi o “herói” dos pênaltis, porém achei que Sidão ainda está muito nervoso e inseguro, em chutes fáceis acabou rebatendo e por sorte não havia adversários próximos. Mas saiu valorizado defendendo 2 pênaltis.

O resultado pouco importa neste momento, empatar, ganhar ou perder não está sendo analisado pelo treinador e a torcida precisa entender isso, principalmente por que enfrentaremos agora um grande rival, conscientes que em caso de derrota teremos as tradicionais gozações e isso de maneira alguma pode influenciar o trabalho, assim como não poderemos nos iludir em caso de uma vitória, pois o rival está no mesmo patamar do tricolor, muitas mudanças, técnico inexperiente e jogadores procurando uma afirmação na equipe.

Vamos aos destaques positivos e negativos do jogo

Sidão: Apenas pelos 45 minutos que atuou teria uma nota 6. Mas merece um destaque pelas penalidades defendidas. Nota: 7

Breno: Muito tempo sem jogar, cometeu uma falha grave ao arrancar com a bola pelo meio e perder. Mas mostrou que o velho Breno pode ressurgir, sempre muito bem posicionado, seguro. Nota: 7

Wellington Nem: Sofreu pênalti, atormentou a defesa adversário durante 45 minutos, serviu bem seus companheiros, ótima primeira impressão. Nota: 7,5

Cueva: Perdeu pênalti que poderia ter dado a vitória no tempo normal, e isso parece que abalou um pouco sua confiança, mas foi melhorando no decorrer do jogo, precisa aprimorar ainda o quesito passe, erra muitos passes teoricamente fáceis. Ainda abaixo do que pode fazer, mas também foi um dos últimos a se apresentar e começar a treinar. Nota: 6

Chavez: Boa movimentação, sempre aparecendo para finalizar a gol, mas teve inúmeras chances e não marcou, precisa se dedicar muito a treinar finalização. Nota 4

Lucão: Inseguro, falhou demais e no último lance do jogo uma furada dele quase resultou em gol do River, Rogério terá que conversar muito com o garoto, que parece estar sem confiança, mas vale o destaque que bateu muito bem seu pênalti. Nota 4

Wesley: Ainda continua o mesmo, jogador improdutivo, que não rende no meio, não rende na frente, não rende na lateral. Para coroar ainda bateu um pênalti de forma horrível. Nota 3

 

Notas de todos jogadores

Denis [GOL]: 6,5

(Sidão [GOL]): 7

Bruno [LAD]: 6,5

(Júnior Tavares [LAE]): 4,5

Maicon [ZAG]: 6,5

(Lugano [ZAG]): 5

Breno [ZAG]: 7

(Lucão [ZAG]): 4

Buffarini [LAE]: 7

(Foguete [LAD]): 5

Rodrigo Caio [VOL]: 7

(João Schmidt [VOL]): 6

Thiago Mendes [MEI]: 6,5

(Wellington [VOL]): 5

(Araruna [VOL]): 5

Cueva [MEI]: 6

(Cícero [MEI]): 5

Wellington Nem [ATA]: 7,5

(Wesley [MEI]): 3

Luiz Araújo [ATA]: 4,5

(Neilton [ATA]): 4

(Shaylon [MEI]): 5

Chavez [ATA]: 4

(Gilberto [ATA]): 5

 

By: Ugo Marques - @webtricolorfc - @ugomarques - 20.01.17


Voltar