O RESGATE DE UM CAMPEÃO E SEU EXERCITO

14 MAR 2015
14 de Março de 2015


 Saudações queridos leitores,

Cá estou depois de um longo verão, sim depois do verão mesmo, pois o último texto foi aquele sobre o fim do Campeonato Brasileiro de 2014 e era começo do verão, agora estamos quase no fim, isso não significa que escreverei a cada estação, prometo voltar a todo vapor com os textos. Havia escrito com uma enorme esperança e confiança no meu São Paulo Futebol Clube segundo colocado no campeonato e semifinalista da Sul Americana, não mudou a esperança muito menos a confiança, continuo acreditando no mais querido Tricolor.

"Em meio a tantas derrotas o São Paulo vem numa crise sem fim, parece até que estamos naquele tempo de 2013"

Não! Não é nada disso, vamos recorrer a números de 2015: Derrotas foram apenas uma para Flamengo e duas para o Corinthians, de vitórias tivemos algumas goleadas e um empate no clássico contra o Santos. Dando uma olhada por cima e sendo o início da temporada me parece razoável. Mas não é o suficiente, se antes mesmo de estrear na Libertadores já havia uma pressão imensa, claro que eu gostaria e desejava a vitória em cima do nosso arque rival, não foi isso o acontecido, pois o São Paulo não resistiu a cobrança, perdemos sem demonstrar qualquer tipo de reação. Depois disso tentam plantar uma crise a qualquer custo no São Paulo, o pior de tudo é ver a torcida entrando na onda dos tendenciosos.

O futebol mudou tanto nos primeiros anos deste século, antes não haviam as redes sócias e a TV não dominava o cenário e nem arranjava os jogos, e ainda cabiam 120 mil pessoas no Morumbi. As pessoas assistiam em casa, ou no estádio ou apenas escutavam, lembrando que não é mais estádio de futebol, agora é Arena, todos comentavam de futebol e debatiam de maneira igual, não existia mais ou menos torcedor do que o outro, não se media o amor pelo time de coração nas redes sociais como se faz hoje. Imaginando o Morumbi com capacidade para 120 mil pessoas a cerca de 30 anos e atualmente como sócios torcedores temos em torno de 50 mil, não sei o número exato, mas percebam como causa uma certa estranheza comparando público da época com o número de sócios atual e ainda o número de público frequente nos jogos. Naquele tempo os repórteres podiam entrar no vestiário, jogadores comemoravam títulos junto aos torcedores, sendo que hoje chegar perto dos jogadores é quase impossível estão mais para pop star ou estrelas de Hollywood no tapete verde.

Mencionei tudo isso no parágrafo anterior para dizer que analisando de maneira geral o São Paulo cresceu e o futebol mudou muito sim, porém ficou chato demais, temos acesso a mais informações, estamos dentro dos clubes com uma voz ativa e mais forte, e as redes sociais permitem essa proximidade, mas estão usando muito contra. Nas coletivas e entrevistas tudo é distorcido afim de colocar de maneira negativa, o mais triste disso é ver a torcida indo no embalo.

Todo mundo entende de futebol, são cada vez mais técnicos e nada torcem, são tantas críticas, as vezes acho mais torcida contra do que a favor, cada um com a sua verdade e um detalhe, não é de hoje... O nível de ignorância em relação a comentários excedentes aos limites que um dia li no twitter: "Para opinar sobre futebol a pessoa deveria ter jogado futebol de campo ou de quadra". Absurdo total! Contudo, fico feliz em ver os torcedores participando cada vez mais da vida do clube, é isso mesmo, incentivo, vamos colaborar sempre e de maneira positiva, não precisa concordar o tempo todo, mas se o São Paulo ganha é ruim e se perde é o fim do mundo.

Voltando a situação do time, não vejo tudo tão terrível assim, temos elenco e a maior folha de pagamento da Libertadores, temos Rogério em mais um ano de quase aposentadoria, temos um técnico, temos uma Diretoria pensando pra frente e ainda temos uma grande torcida apaixonada. Então o que falta no São Paulo Futebol Clube? Eu respondo, juntar tudo de melhor em cada item mencionado acima, formar uma corrente, resgatar as vitórias e mais consagrações. Peço encarecidamente a todos que não nos deixemos levar por opiniões anti-São Paulo, não avaliem e comentem em cima de título de matéria negativa, sei que tem um monte de gente contrária à minha opinião, não sou imune as críticas, mas está muito chato toda essa situação e mudança deve partir de nós torcedores, vamos resgatar a motivação desse time e gritar é Campeão todos juntos.

 

Maria Silva - @masobasi - @webtricolorfc – 14.03.2015

 

 

Voltar